Câmara Municipal: a galinha dos ovos de ouro

   Aproveitando que o advogado Laércio Nascimento abriu o debate, nesta segunda feira, aqui no proparnaíba.com, questionando se, de fato, Parnaíba precisa de mais vereadores, sugiro ao novo presidente do Legislativo Municipal, Gustavo Lima,
que mostre serviço no sentido de convencer, a nós eleitores, que tem intenção realmente de moralizar as coisas ali no Edifício Elias Ximenes do Prado.Que mudanças virão além da cor do prédio?!
         Abra, por exemplo, vereador, a caixa preta que é o orçamento da Casa! Disseram -me que a Prefeitura repassa mensalmente para os vereadores 380 mil reais. Isso é verdade? Quanto é que custa ao contribuinte parnaibano cada vereador, com verba de gabinete, pagamento de funcionários, etc?! Divulgue. A internet está aí pra isso. A Câmara dos deputados faz isso, o Senado, outros legislativos…Isto é transparência. Vivemos o terceiro milênio, século XXI, não cabe  mais nenhum tipo de subterfúgio quando se administra recursos da população.Penso assim.
        Durante muito tempo um dos sangradouros dos recursos da Câmara eram as diárias. O vereador aperreado falava com o presidente que queria umas diárias para pagar contas e as recebia. Mesmo sem viajar. Outros até viajavam, mas nunca se preocuparam em dizer para os seus pares para onde foram, o que fizeram, quanto gastaram. E quando o dinheiro não era todo gasto gasto, dizem que faziam o famoso “cabo racha“. Mudou isso?
Perguntas que não calam
        Ainda não consegui encontrar o elevador especial, para idosos e deficientes, que prometeram inaugurar junto com as reformas do prédio. Que houve? Disseram-me que usaram o dinheiro para pagar um imenso rombo em débito que a Câmara tem junto ao INSS. De quanto é o rombo? Quem é o culpado?
       Outra coisa: se a legislação garante que em 2012 o número de vereadores deve aumenta para 17 ou 19, por que na reforma do final do ano não construíram logo os novos gabinetes? Virão outras reformas neste ou no outro ano?
Renovar é preciso
        É necessária e urgente  a renovação no quadro de vereadores desta cidade. Parte dos atuais 11 vereadores chegaram lá bem jovens, esguios, hoje está todos com a cabeça branca, grisalhos, e um enorme bucho parecendo velhos carentes de uma aposentadoria. Aliás, alguns já conquistaram até esse direito, graças a uma legislação obsoleta e imoral que dá a quem tem 4 mandatos consecutivos uma aposentadoria equivalente à metade do que ganha um vereador na ativa. E com um agravante: Até  há bem pouco tempo ninguém pagava nada de previdência. A conta era paga por nós, contribuintes…E por que não mudam a lei? Ninguém é honesto pela metade.
          Transformam o que seria uma missão(o mandato) em profissão. O vereador  Gerivaldo, por exemplo, com 4 mandatos, já disse que chega!  Vai dar lugar a outros. E os demais? Gente que já tem quase 20 anos de Câmara continua sem querer largar o osso? Por que será?
         Mas o grande culpado de tudo isso é o eleitor. Se estão lá é porque têm votos. Vê o caso do Geraldinho: vários mandatos, sempre bem votado, mas nunca foi um dos melhores vereadores. E se reelege por quê?
          Agora, muita gente que critica não deveria fazê-lo, porque nunca foi a uma sessão. Sequer sabe em quem votou na última eleição. Critica porque gosta de fazer o mal. Mas isso não é bom. A crítica pela crítica não é cidadania.

Deixe uma resposta