JINGLES DE CAMPANHA: RAZÃO & PROPORÇÃO

A música Taj Mahal, de Jorge Benjor, parodiada para encher o saco em campanhas políticas de Parnaíba, está para a campanha do candidato Deusimar Tererê (“tê -tê, tererê…”) assim como estava a paródia feita com a música Bilú Tetéia (…”eu vou com o Mão Santa, com ele eu vou”…)para o Mão Santa. A paródia tocou  tanto que  “fedeu” em campanhas do Mão Santa.
Depois Mão Santa mudou e buscou uma música do Chiclete com Banana(“..e  diga sim pra mudar, parado não pode ficar…”. Essa também encheu. Agora ele repete as músicas de campanhas para governador. Não tem quem crie nada de novo, de bom gosto?
Em Tempo:Sabem quem fez a paródia do Bilú Tetéia para o Mão Santa? O nosso músico imenso Fernando Holanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *