Juiz aponta erros e suspende pesquisa do “Instituto Credibilidade”

O juiz Francisco João Damasceno, titular da 11ª Zona Eleitoral, suspendeu a realização de pesquisa eleitoral pela empresa “I. Vilander de N. Ribeiro – ME Instituto Credibilidade” em Piripiri. O instituto é o mesmo fez e divulgou nesta quinta-feira (23) uma pesquisa com os candidatos em Parnaíba.Dentre os motivos para a decisão judicial, está o fato do “Credibilidade” ter apontado como contratante o portal “Piripiri40Graus”, porém o próprio representante do site nega, através de declaração, qualquer envolvimento na contratação. A empresa também não apresentou documentação legal e registro no Conselho Regional de Estatística (CONRE).
Além disso, suspeitando de fraude, o juiz determinou investigação em torno do instituto e proibiu a divulgação de qualquer pesquisa realizada pelo mesmo. “Concendo a liminar para suspender imediatamente a divugação de qualquer resultado cujo registro tenha como empresa contratada o “I. Vilander de N. Ribeiro – ME Instituto Credibilidade”, diz o despacho do juiz. Com informações do Piripiri 40 Graus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *