ADVOGADOS RECEBERÃO R$ 100 MILHÕES DE HONORÁRIOS

“Uma causa milionária. Uma megasena acumulada”. É assim que os integrantes do grupo “Dever de Classe”, ala dissidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, classificam o pagamento dos honorários aos advogados que defenderam os precatórios da categoria. 
São quatro advogados que vão receber uma bolada de R$ 100 milhões, descontados 27% de cada uma das 11 mil pessoas entre professores, vigias, zeladoras, merendeiras, motoristas e administrativos filiados ao Sinte. Os 100 milhões de reais serão divididos entre os quatro advogados. Cada um vai abocanhar R$ 25 milhões. 
O governo disponibilizou R$ 361 milhões para pagar os precatórios da educação. Além dos 27% dos advogados, os beneficiários terão que descontar imposto de renda, IAPEP e 1% para o sindicato. “Acho que no final de tudo vamos ficar devendo alguma coisa a alguém”, ironizou o professor Landim Neto um dos líderes do movimento. O “Dever de Classe” informa que vai embargar o pagamento dos precatórios por considerá-lo injusto e ilegal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *