Ministério Público ajuíza mais uma ação que pode cassar deputada Flora Izabel

O Ministério Público Eleitoral ajuizou mais uma ação pedindo a cassação da deputada Flora Izabel (PT) por abuso de poder econômico, captação ilícita de sufrágio e omissão de despesas na campanha eleitoral. O marido da deputada Sandro Borges Alves e o enteado Alexandre Assunção Lacerda Borges também foram denunciados na Representação.
O marido e enteado da deputada estadual foram presos em flagrante, no dia 02 de outubro de 2014, às vésperas das eleições, na cidade de São Raimundo Nonato com R$ 11.000,00 (onze mil reais) divididos em cinco partes com nomes de cinco cidades: Várzea Branca, Guaribas, São Lourenço, Dirceu Arcoverde e Capitão Gervásio Oliveira. A ação foi ajuizada no dia 02 de fevereiro de 2014.(Gil Sobreira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *