Prefeitura de Parnaíba paralisa obras e deixa empresas em dificuldades financeiras

Com a manchete “Prefeitura paralisa obras, não paga e quebra construtoras” o jornal “Tribuna do Litoral” que está nas bancas desde sábado, traz uma importante matéria falando de obras paralisadas em Parnaíba. Confira alguns trechos. A matéria completa amanhã, segunda feira.
“Duas empresas que foram contratadas legalmente, após o processo licitatório, para realizarem obras para a Prefeitura de Parnaíba “estão no prejuízo”, após terem rescindidos seus contratos sem o pagamento, pelo município, do que lhes era devido.
Uma delas é a “Marca Engenharia Ltda”, que assinou contrato com a Prefeitura, ainda na gestão do ex-prefeito José Hamilton, para construir o Matadouro Municipal, na BR-343, próximo ao Posto Avançado da Polícia Rodoviária Federal. A obra está paralisada há anos e a empresa alega que tem dinheiro para receber. A Prefeitura, por sua vez, informa que não paga porque a “Marca Engenharia” funciona de forma irregular e não possui os documentos necessários para que o pagamento seja efetivado. Esta mesma empresa também venceu uma licitação em 2011 para construir a obra de drenagem, na área do Piscinão, avaliada em R$ 9.203.216,30, o que também não ocorreu e os motivos nunca foram devidamente esclarecidos.
                                            Obra inacabada (CEU)
A outra empresa é a “Área Empreendimentos e Serviços Ltda”, que está na Justiça com um pedido de Cautelar solicitando o ressarcimento relativo a uma obra iniciada ainda em 2013 mas que foi paralisada no ano seguinte sob alegações com as quais não concordam os donos da Construtora.
A obra era o CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados, localizado nos bairros Planalto e Betânia II, iniciado em maio de 2013, convênio da Caixa Econômica e Ministério da Cultura, no valor de R$ 1.448.307,73 (hum milhão, quatrocentos e quarenta e oito mil, trezentos e sete reais e setenta e três centavos)”.
                                    Canteiros de Obras (CEU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *