Uespi oferece salário de R$ 1.140 a professor

                                       Nouga Cardoso, reitor da Uespi 
Encerraram ontem as inscrições para professor substituto da Universidade Estadual do Piauí (Uespi). Ao final do certame, serão contratados 117 professores temporários para cobrir a demanda da capital e do interior do Estado. 
O candidato que teve interesse em participar do concurso e leu o edital nº 004/2015 deparou-se com uma remuneração muito abaixo das expectativas da categoria. O professor com mestrado que trabalhar 20h receberá no final do mês o equivalente a R$ 1.711,02. O salário é menor que o piso inicial para um professor de nível médio que ensina em escola pública, que é de R$ 1.917,78.
Para o reitor da Uespi, Nouga Cardoso, o salário que será pago a um professor especialista na instituição é realmente “um dos piores do Brasil”. A declaração foi feita em comentário a texto do jornalista Zózimo Tavares no Facebook, na semana passada.   
“Desculpem o comentário, e vou logo dizendo que o salário de professores especialistas na Uespi é um dos piores do Brasil e precisamos ser mais valorizados. Mas, o salário oferecido na UESPI é para um regime de 20 horas semanais. Mas não deixa de ser mais do que justa a reivindicação de melhores salários para servidores da Educação”, disse o reitor.
De acordo com o edital da Uespi, os professores serão contratatos em três categorias:  professor auxiliar (especialista) com salário de  R$ 1.140,61 (carga horária de 20h) ou R$ 2.281,23 (carga horária de 40h); professor assistente (mestre) com remuneração de R$ 1.711,02 (20h) ou R$ 3.421,84 (40h) e professor adjunto (doutor) com salário de R$ 2.566,38 (20h) ou R$ 5.132,76 (40h). 
Comparativamente, além de ganhar menos que um professor do ensino médio, um professor substituto da Uespi também ganhará abaixo de um professor substituto do Instituto Federal de Educação do Piauí (Ifpi). Em concurso aberto este ano pelo Ifpi para contratação de professor de Gastronomia, a remuneração paga será de R$  2,764,45, cerca de mais de R$ 1,623,84  a mais do que o salário pago a um professor especialista da Uespi.    
Segundo o presidente da Associação dos Docentes da Uespi (Adcesp), Daniel Solon, os salários destinados aos professores substitutos nas três categorias do concurso deveriam ser os mesmos pagos aos professores efetivos.
“O salário do professor é muito baixo, o que se paga é vergonhoso. Um professor substituto tem que ser tratado como professor efetivo, ou seja, se ele é um doutor e vai ter uma carga horária de 40 horas, ele tem que ganhar o mesmo que um professor doutor efetivo que trabalha 40h e também ser lotado tal qual o professor efetivo, sem nenhuma carga horária a mais como acontece atualmente”, declarou o presidente da Adcesp.(Diário do Povo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *