Um testemunho corajoso da era Collor

Entre os livros que devorei no Carnaval, o que mais me impressionou foi o de Rosane Malta, a ex-primeira-dama do País, que assinava por Rosane Collor, ex-mulher do ex-presidente Collor. Não há revelações bombásticas que já não tenham sido especuladas pela mídia, mas o testemunho de Rosane, feito de forma muito seguro, impressiona pela sua coragem.
Separada de Collor, Rosane move um processo de pagamento de pensão e de tudo que tinha direito ao longo dos 22 anos em que foi casada. Seu livro é um mergulho profundo na era Collor, que nunca mais será esquecida. A era em que se cassou um presidente da República logo após o período de redemocratização.
Rosane foi cortejada por Collor quando ainda usava uniforme escolar, aos 15 anos, em Canapi, interior de Alagoas, terra governada pela sua família Malta. Da pequena Canapi para o cenário nacional, levada pelo namorado e depois esposo, Rosane acompanhou crises de depressão e medo de suicídio do marido, além de humilhações públicas.
“Tudo o que vi e vivi” (R$ 39,90, editora LeYa) é a versão de Rosane Malta (agora com o nome de divorciada) sobre a sua relação com o ex-presidente apeado do poder. “Tudo o que digo no livro é verdade”, diz a ex-primeira-dama.
LEIA A MATÉRIA COMPLETA NO LINK ABAIXO:

http://www.blogdomagno.com.br/novosite/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *