Uma política de turismo para o Piauí

Os sucessivos governos do estado do Piauí sempre investiram em turismo de maneira errada, ou seja, ao invés de promover este estado para fora, o promoviam internamente, divulgando este estado para os próprios piauienses, como por exemplo, atraindo os piauienses para as belezas das praias de Luiz Correia e o Delta do Parnaíba no período de férias.
O Piauí com o seu rico potencial turístico tem que investir muito na divulgação das suas potencialidades no setor que mais emprega em todo o mundo.  
A secretaria de Turismo deve montar um pacote que inclua a Serra da Capivara, a Serra das Confusões, Sete Cidades e a parte que lhe cabe no Delta do Rio Parnaíba e as praias belíssimas de Luiz Correia.
O município de São Raimundo Nonato, onde está localizado a Serra da Capivara, que juntamente com a Serra das Confusões formam uma atração única e todo o mundo, com a entrada em funcionamento do Aeroporto Internacional de São Raimundo Nonato poderá funcionar como o Portão de entrada de turistas no Piauí. 
Serra das Confusões (município de Caracol Piauí)
Em TemPO:
A arqueóloga Niéde Guidon que colocou o Piauí no Mapa Mundi poderia ser convocada para prestar mais um grande serviço ao nosso estado, ela que sabe como ninguém se relacionar com todas as mídias e vender bem um produto.(Dom Severino) 

Deixe uma resposta