Continuam a passos de cágado obras da UPA 24 horas do Bairro Piauí

Continuam sem prazo definido para a conclusão as obras de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas), inciada em dezembro de 2013 no Bairro Piauí, na antiga praça Mão Santa, com prazo para o término em dezembro do ano passado. Vez por outras são vistos dois ou três operários por lá, dando a impressão que trabalham, mas pelo ritmo que imprimem ao que fazem ninguém sabe se os serviços estão sendo sequenciados.
Em novembro do ano passado a secretária de saúde, Maria do Amparo foi a Brasília, com o objetivo de buscar recursos financeiros para aquisição de novos equipamentos para a UPA que, quando pronta, deverá oferecer atendimentos odontológicos, clínica médica, pediatria, salas de medicação, sutura, raios-X , laboratório, farmácia, além de atendimentos de urgência emergência.
                      Secretária Maria do Amparo com deputada Iracema
A deputada federal Iracema Portela, prometeu à secretária Maria do Amparo fazer o possível para destinar uma emenda orçamentária ainda para o ano passado, Pareceu que não deu certo.
O que parece é que a Prefeitura de Teresina, cujo prefeito, Firmino Filho, é do PSDB, o maior partido de oposição ao Governo Federal, tem mais prestígio que a prefeitura de Parnaíba, que é ocupada pelo petista Florentino Neto. Lá há dinheiro para concluir obras como UPAS e outras igualmente conveniadas com o governo Dilma.
Mas em Parnaíba não é só as obras da citada UPA que estão “devagar, quase parando”. Outras também conveniadas com o governo federal igualmente não são concluídas e estão paralisadas há tempos. O maior exemplo é o CEU- Centro de Artes e Esportes Unificados – também no Bairro Piauí. 
E cadê aqueles “bravos” políticos do PT, que estiveram aqui pedindo votos para se elegerem e que deveriam ter o compromisso de também intercederem em favor da Parnaíba junto ao Governo federal? E cadê o governador do Piauí? Amigo de infância do Lula? Sim, Lula continua mandando no país. Pelo menos é o que parece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *