Prefeito Florentino Neto se opõe a ampliação de usinas eólicas na Pedra do Sal

O prefeito Florentino Neto se posicionou veementemente contra a instalação do quinto parque eólico na Praia Pedra do Sal, em Parnaíba. Em entrevista ao Jornal do Piauí (TV Cidade Verde), nesta terça-feira (10), o gestor reforça que não é contra o desenvolvimento da região, mas que os moradores da área estão impossibilitados de trabalhar e acumulam prejuízos. 
“Recentemente encomendei uma pesquisa que demonstrou insatisfação dos moradores que antes trabalhavam com atividade econômicas como a criação de gado, colhendo castanhas e caju , com a palha de carnaúba, o murici e agora todos estão impedidos por conta da expansão das usinas eólicas. Estas empresas que se instalaram no litoral também assumiram um compromisso e têm que haver uma compensação. Queremos o restabelecimento das condições de vida das pessoas que sobreviviam a partir dos recursos naturais”, disse Florentino Neto. 
Além do prejuízo causado aos próprios moradores, Florentino Neto acrescenta que a expansão da usina eólica implica em prejuízos também aos turistas.
“Tudo tem limite, toda atividade econômica tem limite. Parnaíba hoje é autosuficiente e exportamos energia. Queremos que o desenvolvimento venha e só é satisfatório se for sustentável, se respeitar as pessoas”, reitera. 
O prefeito ainda destacou que irá solicitar um estudo técnico ambiental para analisar a viabilidade de construção de resorts na região que, segundo ele, avançam rapidamente e assustam moradores que temem mais prejuízos.(Com informações de Graciane Sousa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *