Servidores da Educação do Estado anunciam greve

A questão salarial perece ser o problema mais recorrente do Governador Wellington Dias. O Secretário de Estado da Educação e Cultura, Helder Jacobina, recebeu na manhã dessa segunda-feira (16), na Seduc, a presidente do Sinte – PI, Odeni Silva. Na pauta, as melhorias salariais e trabalhistas para os servidores funcionários que trabalham na área administrativa das escolas estaduais.
Os funcionários administrativos pedem, entre outras reivindicações, o mesmo reajuste concedido aos professores (13,01%) e regularização da jornada de trabalho. Mesmo o secretário Helder Jacobina comprometendo-se a levar as reivindicações para a Secretária de Administração, os trabalhadores anunciaram que vão entrar em greve.
A categoria decidiu que vai entrar em greve geral, a partir do dia seis de abril. Isso significa que zeladores, vigias, merendeiras, cozinheiras, auxiliares administrativos vão parar suas atividades. A greve pode prejudicar o andamento das aulas na rede estadual de ensino.
No próximo dia 26 haverá uma nova paralisação de um dia para pressionar o Governo a conceder o reajuste. Neste dia os funcionários das escolas estaduais farão uma manifestação em frente ao Palácio de Karnak. (Blog do Bira)

Deixe uma resposta