Wilson Martins afirma que Dilma Rousseff fez estelionato eleitoral

“Vamos esperar 180 dias para avaliar o governo do PT, a partir daí faremos as cobranças”. Foi com esta frase que Wilson Martins iniciou a primeira entrevista coletiva que concedeu a imprensa após deixar o cargo de governador dos piauienses.
Foi durante a cerimônia de posse do vereador Tiago Vasconcelos na presidência municipal do PSB, realizada na manhã desta segunda-feira (13/04) no plenário da Câmara Municipal de Teresina.
– A presidente Dilma mentiu muito durante a campanha eleitoral. Esse estelionato com os eleitores tem consequências para os governadores eleitos, inclusive o do Piauí.
– Podem fazer a auditoria que quiser, pois no meu governo não teve escândalo. Fizemos uma administração maravilhosa.
– Encontrei centenas de obras inacabadas. E realizei e inaugurei centenas delas em diversas cidades de todas as regiões do Piauí.
– Deixei dinheiro em caixa para conclusão de várias obras, entre elas o Rodoanel e a da ponte JK.
– O Piauí tem 320 milhões de dólares empenhados no Banco do Brasil, como Wellington Dias é amigo da presidente ele tem condições de resgatar esse dinheiro.
– Algumas obras eu não conclui porque tinha inquérito na Policia Federal. Um exemplo é o Centro de Convenção de Teresina.
– Tínhamos 420 milhões de reais para o porto de Luís Correia, mas a presidente Dilma preferiu mandar dinheiro para construir um porto em Cuba.
– Tenho recebido em meu escritório do PSB várias lideranças políticas. Hoje mesmo o prefeito de Sebastião Leão disse que vai aderir à nossa agremiação.
– O PSB é e vai continuar na oposição, mas ao lado do Piauí. Somos favoráveis ao quanto melhor melhor e não ao quanto pior pior.
– O Piauí sempre viveu, e vai continuar sendo administrado no limite do equilíbrio financeiro. (Nataniel Lima)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *