Alepi discutirá entraves na instalação de empreendimentos no litoral do PI

                                          Orla da Praia de Atalaia
Os entraves existentes para a instalação de empreendimentos comerciais no litoral piauiense será discutido na Assembleia Legislativa do Piauí no próximo dia 27 de maio, durante audiência pública. A sessão foi proposta após diversas reclamações relatadas pelos empresários, que alegam estar tento prejuízos com multas constantes por parte da União.
A Superintendência do Patrimônio da União no Estado do Piauí (SPU-PI) estabeleceu uma “linha de praia” em relação aos limites onde os estabelecimentos comerciais podem ser erguidos. No entanto, os estudos que embasam a medida são questionados pela população local, que não foi incluída nos debates para o estabelecimento das medições no litoral piauiense. 
Segundo o deputado estadual Dr. Hélio Oliveira (PTC), autor da proposta, além de limitar a chegada de novas empresas, os empreendimentos já existentes sofrem com constantes aplicações de multas. 

“Se comparado aos Estados vizinhos, o litoral piauiense possui investimentos bastante restritos em relação à exploração turística das nossas riquezas naturais. Com a existência dessa linha imaginária imposta pela SPU, os empreendimentos existentes estão sendo constantemente penalizados por multas e advertências, afastando futuros investidores e estagnando a geração de emprego e renda no litoral”, afirma Dr. Hélio. 
Para a audiência foram convidados representantes das Secretarias de Meio Ambiente e de Turismo; Ministério Público Estadual e Federal; CREA; IBAMA; Prefeituras de Parnaíba, Ilha Grande, Luís Correia e Cajueiro da Praia; Superintendência do Patrimônio da União; além de representantes das principais pousadas e hotéis localizados nas proximidades do litoral piauiense, tais como Carnaubinha, Vila Itaqui, BGK, Manatí, entre outras. 
Descaso

Dr. Hélio

O litoral piauiense já tinha sido pauta durante sessão na Alepi, após o deputado Dr. Hélio denunciar um lixão que se formava na entrada do município de Luiz Correia, litoral do Piauí. Segundo o parlamentar a cidade encontrava-se abandonada pela prefeitura municipal.
“O descaso da prefeita para com a cidade começa com o lixão que se formou a entrada da cidade e que dá as boas vindas para os milhares de turistas que procuram nosso litoral atualmente”, afirmou durante discurso na tribuna da casa. (Portalaz)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *