Deputado Fábio Novo defende emenda que proíbe nomeação de “ficha suja” para cargo no Estado

Ex-candidato do PT à presidência da Assembléia Legislativa e líder do Governo na Casa por pouco tempo, o deputado Fábio Novo, defendeu, ontem, na Assembléia Legislativa, o desarquivamento de uma emenda do então deputado estadual Firmino Filho, que veta qualquer possibilidade de pessoas consideradas “fichas sujas” serem nomeadas para cargos da administração estadual. Fábio tomou essa posição depois de denúncia de Robert Rios de que Wellington Dias havia nomeado “um ladrão” para importante cargo na Fundação Cultural do Estado
Durante a discussão provocada por Robert Rios em torno da nomeação, o deputado Fábio Novo entrou no assunto e disse que na Assembléia existia uma emenda aprovada em primeira votação, vetando a participação de pessoas processadas na administração pública, que deveria ser colocada em segunda votação pela mesa diretora.
Contra corrupção
O deputado Fábio Novo também disse que uma grande contribuição no combate à corrupção é proibir que fichas sujas sejam nomeados para cargos públicos.
Salvaguarda
Deixar de nomear “fichas sujas” para cargos públicos, segundo comentário do deputado Fábio Novo, ontem, no plenário da Assembléia Legislativa, é salvaguardar a administração pública.
O nome do homem
O diretor “ficha suja” da Fundação Cultural do Piauí, segundo denúncia de Robert Rios, feita ontem no plenário da Assembléia Legislativa, é Alisson Carvalho Silva. (Blog do Feitosa Costa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *