Com secretarias ineficientes Governo do Piauí contrata FGV para monitorar obras em todo o Piauí

  FGV apresentou metodologia de trabalho durante reunião com gestores Foto:Cristal Sá/Ascom
O Governo do Estado contratou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para monitorar obras no Estado nos próximos dois anos. De acordo com o secretário de Governo, Merlong Solano, serão mais de 40 obras prioritárias monitoradas pela FGV. A parceria irá ocorrer por meio de um convênio celebrado entre o Governo do Estado e o Escritório de Monitoramento de Projetos Multidisciplinares da FGV, pelo prazo de 24 meses.
Merlong Solano afirma que o objetivo é resolver os problemas de atraso de obras em todo o Estado. O secretário afirma que a prioridade será obras de infraestrutura e mobilidade urbana. “O governador resolveu optar por essa parceria. Ela irá identificar as providências que devem ser tomadas em cada obras estratégicas no Estado”, destacou.
A parceria demonstra que as secretarias estaduais não possuem condições de monitorar as obras no Estado. Apesar do Estado possuir quase 20 pastas, o Governo ainda necessita contratar uma Fundação para fazer esse trabalho de monitoramento. Serão monitorados mais de R$ 2 bilhões em obras. 
LEVANTAMENTO
Durante a reunião, o coordenador de Projetos da FGV, José Eduardo Quintella, fez uma explanação sobre como os trabalhos serão conduzidos, a começar pelo registro fotográfico da atual situação de cada uma das obras. Já o consultor de projetos da FGV em Teresina, Joaquim Bezerra, explicou que o próximo passo será a realização de reuniões em separado com cada órgão já a partir da próxima quarta-feira.
“Os gestores devem participar ativamente, colocando essa parceria como ponto importante de gestão. É necessária a definição de um técnico responsável por intermediar a relação com a FGV, fornecendo informações necessárias e repassando o andamento das ações”, frisou Merlong Solano.(LídiaBrito)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *