Lula no comando: mais recados a Dilma e ao PT

A conversa de Lula com Edinho Silva anteontem, em São Paulo, foi objetiva.
Lula prometeu empenhar-se na defesa do governo, reforçou que não vê como dissociar o governo do PT nem sua figura da de Dilma e, falando abertamente, deu o recado:quer que sejam ouvidos os conselhos e críticas que ele faz, em privado, ao governo.Até porque os últimos dias mostraram que é bem maior o potencial de destruição de Lula quando ele os faz em público.
Na nota de apoio a Lula divulgada por senadores do PT, não há nenhuma menção a Dilma. Nem haveria por quê.
Ao contrário da Câmara, em que Dilma conta com deputados que lhe são fiéis, o mesmo está longe de acontecer no Senado.
Muito pelo contrário.
Lá, todos rezam na cartilha de Lula.
Por ironia do destino, Lula participou da inauguração da superintendência da Polícia Federal no Paraná ao lado do fiel escudeiro Márcio Thomaz Bastos. (Veja placa ao lado)
Justamente a unidade que está desnudando todas as falcatruas dos governos do PT nos últimos doze anos.
A propósito, Lula ainda não externou publicamente uma de suas maiores críticas a um integrante do governo.
Mas logo isso deverá acontecer.
ula avalia em conversas privadas que falta pulso a José Eduardo Cardozo na condução da Polícia Federal. 
Na visão deLula a PF muitas vezes persegue petistas.  (De Lauro Jardim – Veja Online)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *