Governadores e Dilma: “Porta da Esperança”

De um governador desanimado com a reunião com Dilma: “Foi tão genérica que parecia o programa ‘Porta da Esperança’, com cada um pedindo alguma coisa”. Os convidados criticaram o excesso de discursos de ministros e ironizaram a escalação de Guilherme Afif (Micro e Pequena Empresa).
Na “ceia” para a qual convidou líderes partidários logo após o jantar oferecido por Dilma Rousseff, na segunda-feira, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tratará da divisão do comando das quatro novas CPIs que promete instalar na reabertura dos trabalhos na Câmara. A presidência da CPI do BNDES deverá ficar com o PMDB. A dos fundos de pensão, considerada a mais explosiva, será ofertada ao DEM, com um peemedebista na relatoria. O PSDB comandará a investigação de crimes cibernéticos.
De um palaciano sobre a coincidência de eventos: “Os líderes sairão do Alvorada direto para contar tudo para Cunha”. Para evitar a interpretação, o peemedebista pode transformar a reunião em almoço na terça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *