Jornal da Globo: Sem portos, como no Piauí, preços no mercado sobem

No Piauí, o governo apresentou um novo projeto para o porto, com investimentos de quase R$ 400 mi

Um dos fatores que empurram pra cima os preços no Brasil é a péssima infraestrutura, aumentando custos de transporte, portos mais modernos ajudariam, mas no Sul e no Nordeste faltam investimentos. Veja abaixo a reportagem do Jornal da Globo, exibido nesta quarta-feira (08/07), com a repórter Neyara Pinheiro da TV Clube.
Parnaíba, aqui estão as obras de uma das empresas que vão se instalar na primeira área de livre comércio do estado. A ideia é produzir e exportar para o mercado internacional, mas vai ficar difícil sem um porto.
“A produção toda escoaria pelo porto de Luis Correia, e aí a gente teria uma redução considerável no custo de escoamento dessa safra”, disse o empresário Marcelo Passos.
O porto de Luis Correia fica perto da futura Zona de Processamento de Exportações (ZPE), mas está em obras desde 1976. Aqui, o que a gente encontra é um cais abandonado, com estrutura deteriorada pela maresia ao longo dos anos. Até as máquinas usadas na obra foram abandonadas no local.
No Piauí, o governo apresentou um novo projeto para o porto, com investimentos de quase R$ 400 milhões.
“A estrutura básica do porto de Luis Correia será aproveitada, só que com adequações para navios de maior calado”, disse Guilherme Pires, secretário estadual de Transportes.
Mas os produtores de frutas orgânicas desse projeto que se destaca no litoral do estado, já não se mostram tão animados.
porto1.png
“Para nós é importante esse porto, mas não acreditamos mais nele como uma solução para nossa exportação de fruta e de verdura”, disse José Clarindo, presidente da Associação dos Produtores dos Tabuleiros Litorâneos.
porto2.png
porto3.png
porto4.png
porto5.png
Fonte: Com informações do Jornal da Globo

Deixe uma resposta