OPERAÇÃO POLITEIA PODE TER SIDO TRATADA NO PORTO

A INFORMAÇÃO CAIU COMO UMA BOMBA ENTRE OPOSICIONISTAS E ALIADOS.
A informação caiu como uma bomba, provocando inquietação entre governistas e oposicionistas no Senado: a decisão do Supremo Tribunal Federal de ordenar busca e apreensão em endereços de três senadores, conhecida por Operação Politeia, teria sido um dos temas da conversa de Dilma com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, no Porto (Portugal), naquele encontro “secreto” que acabou vazando.
Para o PMDB, a ação policial ordenada pelo STF serviu para mostrar aos presidentes do Senado e da Câmara a que eles estão sujeitos.
A cúpula do PMDB esperava uma exibição de força do governo, após o partido assumir uma atitude mais independente em relação ao governo.
Setores da oposição acham até que a ação policial, com a participação do Ministério da Justiça, foi “acertada” na cidade do Porto.
Ministros do STF duvidam. Afirmam que Lewandowski não seria capaz de manter conversas não apropriadas com a chefe do Poder Executivo.(Cláudio Humberto)

Deixe uma resposta