GOVERNO SEPULTA A CPI DA AGESPISA

                          Deputada Juliana assina CPI da Agespisa

Nesta 2ª feira, 3 de agosto, os deputados estaduais do Piauí retornam as suas atividades normais na casa, após o recesso de 15 dias do mês de julho. O principal destaque na volta do legislativo é o debate em torno da aprovação da Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o rombo da Companhia de Águas e Esgotos do Piauí (AGESPISA), agora transformada em Instituto de Águas. Autores do requerimento, os deputados Evaldo Gomes (PTC) e Robert Rios (PDT) sinalizam que dificilmente ela será instalada. Isso porque, o governo entrou com força e já tem deputado retirando assinatura. Falta apenas um nome para o requerimento ser lido, mas eles não acreditam que isso aconteça.

A DÉCIMA ASSINATURA
O nome aguardado por Robert e Evaldo Gomes é justamente o do deputado Wilson Brandão Filho (PSB). Quando o movimento da CPI foi lançado, Brandão estava de licença médica. Ao retornar, a casa já estava de recesso.
QUEM ASSINOU
Assinaram o requerimento nove deputados: Evaldo Gomes (PTC), Robert Rios (PDT), Edson Ferreira (PSD), Dr. Pessoa (PSD), Marden Menezes (PSDB), Rubem Martins e Gustavo Neiwa (PSB), João Mádison e Juliana Moraes Souza (PMDB)
RETIRADA
Mas, ao mesmo tempo em que aguardam a o deputado Wilson Brandão, os autores do requerimento temem pela retirada de nomes por influência do governo. Há um movimento dentro da Assembleia que visa retirar pelo menos duas assinaturas e sepultar de vez a CPI.(Pedro Alcântara)
Edição:Bernardo Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *