Renan se salva?

Na cúpula do PMDB começa a se formar uma convicção de que Eduardo Cunha e Renan Calheiros terão destinos diferentes em agosto.
Cunha seria denunciado por Rodrigo Janot; Renan se safaria. Isto é, repita-se, apenas uma convicção que começa a se formar.
A propóito, um dos acusados do mensalão e amigão de Eduardo Cunha, Lúcio Bolonha Funaro, está preocupado.
Após escapar do mensalão por acordo de delação premiada, Funaro agora é suspeito de extorsão contra o grupo Schahin.
Foi indiciado pelo Departamento de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil de São Paulo, em 2011, mas até hoje não houve denúncia pelo Ministério Público.
O mais estranho é que o inquérito policial do caso desapareceu do Deic. (Lauro Jardim – Veja)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *