Sucessão Municipal em Luiz Correia virou o “samba do crioulo doido”

                          Adriane Prado X Maninha: em lados opostos
A sucessão municipal em Luiz Correia, embora faltando mais de um ano para ocorrer, já apresenta dados interessantes, no mínimo inusitados na historia política daquele município. Até agora pelo menos 10 nomes já são tidos como prováveis candidatos a prefeito do município praiano. São Eles:
Prefeita Adriane Prado (PP), que disputará a reeleição; ex-prefeitos Kim do Caranguejo(PSB) e Toinzinho ( Antônio de Pádua da Costa); presidente da Câmara Municipal Miraldo Mota (PR); ex-vice-prefeito e ex-secretário estadual de turismo, Luís Neto; empresário  Silésio, ainda sem partido; Atual vice-prefeita Maninha (Maria das Dores Fontenele Brito, hoje rompida com a prefeita Adriane; vereador Júnior Carapebas; ex-vereador Sebastião, que ganhou 7 milhões na Quina, além do nome do delegado da  polícia civil Eduardo Ferreira, que vez por outro é citado também como provável candidato. Os nomes foram divulgados pelo jornalista Pedro Alcântara.
A atual prefeita, Adriane Prado é esposa do ex-prefeito Luís Pedrosa, que  é réu em várias ações de improbidade administrativa, além de já haver respondido por vários outros processos na justiça; o ex-prefeito Kim do Caranguejo já foi condenado pela justiça, inclusive com a suspensão de seus direitos políticos; o também ex-prefeito Toizinho igualmente já teve condenações na Justiça, inclusive junto ao TCU – Tribunal de Contas da União. Ou seja, os últimos ex-prefeitos de Luís Correia não deixaram um bom histórico como administradores públicos, após saírem da prefeitura.
Quanto à atual prefeita, Adriane Prado, é só mais uma esposa de ex-prefeito que se elege e mantém o marido (Luís Pedrosa) em sua equipe com poder de “mando”. 
O mesmo já ocorreu na Ilha Grande do Piauí, quando o ex-prefeito Henrique Sertão, com problemas na Justiça, elegeu sua esposa, Joana Machado, que terminou também complicada por supostas práticas de improbidade durante sua gestão, considerada uma das mais desastrosas do município. Aliás, das mulheres que já se elegeram prefeitas na região norte do Estado nenhuma se destacou como boa administradora. Cite-se: Joana Machado na Ilha Grande; Adriane Prado, em Luiz Correia; Vânia Ribeiro em Cajueiro da Praia; Ivana Fortes em Buriti dos Lopes; Ângela Bessa em Bom Princípio, Prefeita Rita Sobrinho em Caxingó, e a Prefeita de Murici dos Portelas Auridea Santos Portela.
 Fonte:Jornal “Tribuna do Litoral”

Deixe uma resposta