CENAS QUE CHOCAM

A SUJEIRA na praia Peito de Moça, no litoral piauiense, após a festa da virada do ano
A senadora Regina Sousa (PT) postou em sua página no Facebook, no primeiro dia deste ano: “Hoje fui caminhar na praia de Luís Correia e vi coisas que falam do padrão de Educação do nosso povo. Muita garrafa, sacolas plásticas, cocos, cacos de vidro prontos pra cortar um pé, um horror. Vi um adulto irresponsável, acho que era pai, num carro dirigido por uma criança, não tinha mais que oito anos, colocando em risco a vida das pessoas que estavam caminhando. Fico pensando o que ele fará se aquele menino pegar aquele carro escondido e sair por aí. Que 2016 venha com mais consciência ecológica, pra entender que os bens que a terra produz são finitos e podem  acabar antes que a gente imagina.”
Oportuna a observação da senadora! E pertinente também a sua preocupação com esse estado de coisas. De fato, o que se vê ao longo das praias piauienses, especialmente nas mais frequentadas, nessas ocasiões, é um espetáculo deprimente da falta de educação e de respeito à natureza. 
Também se nota nisso tudo a mais completa omissão do poder público. Na virada do ano, apesar da badalação, quem apareceu lá para impedir o tráfego de carros pelas praias? E para proibir os paredões de som dos filhinhos de papai que se espalharam por todo lugar em seus possantes carrões? E havia lixeiras nas praias para a coleta do material descartável? Humm?!!!…
Se a senadora andar mais pelo Piauí, ela verá outras cenas ainda mais desagradáveis e mais degradantes que estas que lhe deixaram chocada na praia. Falo das obras públicas inacabadas que estão espalhadas por aí, como um sumidouro de dinheiro, todas fazendo muita falta aos piauienses.
Para falar delas, não vou longe. Começo pela duplicação dos acessos a Teresina, pelas BRs-343 e 316, cujas obras foram iniciadas no governo passado. Elas estão abandonadas. E o rodoanel de Teresina? E a paralisação da Transnordestina, que desempregou milhares de trabalhadores?

O que dizer de hospitais, escolas, pontes e tantas outras obras, promessas dos palanques, que caíram no esquecimento depois da eleição? Isso também choca! Ou pelos menos deveria chocar!(Por:Zózimo Tavares)

Deixe uma resposta