Marcelo Castro só deixará o governo se pedir pra sair

O ministro da Saúde, o piauiense Marcelo Castro, em que pese às suas manifestações desastrosas, não deixará o governo da presidenta Dilma Rousseff, porque ele é um dos peemedebistas mais confiáveis e fiel ao governo.
Essa última manifestação do ministro da Saúde, pode até ter desagradado ao governo, mas, o que ele disse reflete a verdade, porque para vencer o mosquito Aëdes aegypti e Aëdes albopictus é preciso que haja um esforço do governo e da sociedade. O governo federal faz a sua parte, mas os governos municipal, estadual e o povo deixam muito a desejar.
Marcelo Castro, quando todo mundo temia o poder de Eduardo Cunha e Michel Temer, teve a coragem e a ousadia de peitar essas duas lideranças do PMDB ao sair em defesa do governo do Partido dos Trabalhadores (PT).

Marcelo Castro só deixará o ministério da Saúde se for demitido, o que é pouco provável, haja vista, a presidenta  Dilma Rousseff não querer sacrificar esse deputado federal piauiense e jogá-lo nos braços dos seus adversários.(Dom Severino)

Deixe uma resposta