Paim fica no PT com críticas à política econômica

Após meses ameaçando filiação à Rede ou ao PSB, o senador Paulo Paim acertou sua permanência no PT em reunião com a direção do partido no Rio Grande do Sul.
Entre os participantes do encontro estavam o presidente estadual da sigla, Ary Vannazzi, e o presidente de honra do PT-RS Olívio Dutra.
Em nota, o senador afirma que o diretório se comprometeu com as causas defendidas por ele no Congresso, “o que inclui as críticas à atual política econômica do governo federal e às futuras reformas das leis trabalhista e previdenciária”.
Também recebeu a garantia de apoio a sua candidatura à reeleição ao Senado em 2018, segundo reportagem de Carmen Munari.  (BR 247)

Deixe uma resposta