Ainda bem que minha fé em Deus me acalma!

É de angustiar ver o que se passa hoje no país, com políticos do tipo Lula se achando que estão acima do bem e do mal. Apesar do tanto que mentiram e enganaram, agredindo suas próprias consciências.
Nunca levei este Lula a sério, exatamente pela sua aversão aos livros e pelas vezes que o senti “inchado”, feito sapo, com quase todo mundo lhe massageando o ego e lhe dando ouvidos, mesmo quando falava só asneiras, como o mais reles dos demagogos.
E eu me perguntava: onde tudo isso vai parar? Qual o objetivo de toda essa enganação?! O que Deus estará querendo nos dizer mostrando esses “ídolos de barro” como vencedores?!
Mas, é isso. Como minha mãe já dizia, a mentira tem pernas curtas. E os “ídolos” de ontem, mentirosos contumazes, estão sendo esfolados, expostos com as vísceras de fora, execrados pelos próprios atos cometidos.
Que se cuidem outros mentirosos do tipo Wellington Dias, por exemplo, que não refletiram ainda sobre as verdades do que disse Abraham Lincoln:“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo…” 
Que todos nós reflitamos também sobre o que disse Martin Luther King, líder do movimento negro nos  Estados Unidos:” O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corriptos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons”.
                       Líderes que os petistas endeusam: quem mente mais?

Deixe uma resposta