Robert Rios reclama que governo gasta mais com mídia do que com segurança

O deputado Robert Rios (PDT) usou a tribuna da Assembleia nessa segunda-feira (22) para acusar o governo Wellington Dias de gastar mais com mídia do que com segurança. De acordo com o deputado, o governador prometeu, durante a campanha pelo seu terceiro mandato, que segurança pública seria sua prioridade e hoje o governo gasta mais com publicidade.

Rios citou dados divulgados por um portal de notícias de Teresina, que denunciou a existência de veículo de comunicação recebendo até R$ 600 mil e portal inexpressivo que recebe até R$ 200 mil do governo.
Segundo Robert Rios, um projeto de sua autoria protegia o governo do que chamou de “extorsão”, determinando a divulgação do valor pago para cada veículo por publicidade realizada sobre o governo, mas o governador vetou a proposta.
Robert Rios pediu ao líder do governo, deputado João de Deus (PT), que conversasse com o governador sobre a importância do projeto, para que recomendasse  que o veto seja derrubado.
O deputado Rubem Martins (PSB), em aparte, leu valores pagos a veículos de comunicação e estranhou que um desses seja o jornal espanhol El País.
Também em aparte, o deputado João de Deus (PT) concordou em parte com o orador, por achar justo que o governo pague pela publicidade de campanhas, como saúde e de trânsito. Sobre a lista publicada pelo portal 180graus, João de Deus afirmou que ela foi publicada porque o portal não figura nela.
Robert Rios concluiu seu pronunciamento questionando os valores pagos à mídia, achando que ao invés do jornal El Pais devia ser incluído nos pagamentos o 180graus, por ser um portal de grande penetração, com correspondente em todos os municípios.(cidadeverde.com)

Deixe uma resposta