Rompimento do PMDB com Dilma é de “mentirinha” no Piauí

O governador Wellington Dias (PT), ao comentar o desembarque do PMDB do governo federal, assegurou que, no Piauí, continuará contando com o apoio da maioria dos pmdbistas.
De acordo com o jornalista Elivaldo Barbosa, o governador teria declarado: “Acredito que essa parcela do PMDB tem responsabilidades para garantir a governabilidade no Estado”. O governador ainda acredita que mesmo rompendo com o governo federal, a presidente Dilma Rousseff (PMDB) contará com a adesão de parte dos pmdbistas.

SUBSERVIÊNCIA
É esta subserviência da maioria dos políticos do Piauí ao governo federal que mantém no Estado os níveis de atraso em que ele se encontra há milênios. 

Quando governador, Zé Filho, ainda no PMDB, teve a coragem e rompeu com o governo Dilma logo ao assumir, porque queria pelo menos mais investimentos na Eletrobrás, para melhorar a energia elétrica. E não aconteceu nada até ele sair do governo. 
UM ano é 3 meses depois, com o governo de Wellington Dias, um PeTista roxo, continua do mesmo jeito. Ou seja, não acontecendo nada. E Wellington Dias ainda fala em concluir o Porto de Luiz Correia. Ora, faça-me o favor!!!(Escrito por Bernardo Silva)

Deixe uma resposta