TJ- PI fecha acordo entre governo e professores

Da Redação do Portal AZ 
Governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado do Piauí (Sinte) chegaram a um acordo quanto ao reajuste salarial da categoria nesta sexta-feira (18). O fato aconteceu depois de lançada uma proposta do desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, do Tribunal de Justiça do Piauí, durante reunião de conciliação. 
O desembargador sugeriu pagamento do percentual de reajuste de 11,36%, em duas parcelas, sendo a primeira parcela, de 4%, de janeiro a junho deste ano, e o complemento de 7,36% já a partir de julho. Segundo o secretario de comunicação do sindicato, Kassyus Lages, foi preciso o sindicato abrir mão nas negociações.  
“Como todo lado, sempre uma parte tem que ceder. Há cerca de 250 mil alunos a mercê do nosso trabalho e a sociedade esta sendo prejudicada, então não vejo porque rejeitar uma proposta dessa”, informou.
O governador Wellington Dias autorizou a execução da proposta e afirmou que a situação financeira do Estado é muito grave, diante do quadro da crise político-econômica que se alonga e se agrava em todo o país. “Estamos sofrendo com as quedas sistemáticas do Fundo de Participação dos Estados (FPE), que representa 55% das receitas do Estado”, frisou.  
Além da questão salário, fizeram parte também das negociações o desbloqueio das contas do sindicato, bloqueado desde esta quinta-feira (17) por determinado do TJ.  “Só foi fechado o acordo desta forma. Pedimos o desbloqueio das contas do sindicato e nenhum servidor terá ponto descontado por conta dos dias em greve”, afirmou. 
Kassyus Lages declarou ainda que, apesar de feito acordo, a categoria só finalizará a greve durante assembléia da categoria, marcada para acontecer apenas na segunda-feira (21). “Se começamos a greve com assembléia, vamos termina ela desta forma. Vamos nos reunir na segunda e definir o fim do movimento”, disse. 

Deixe uma resposta