DEU NA IMPRENSA:”SUCESSÃO”

                                            Zé Filho
A próxima sucessão estadual no Piauí tem que passar pelo crivo do ex-governador Antônio José de Moraes Sousa Filho (PPS) que, coerente com seus princípios éticos e morais, abandonou cedo o PMDB que apoiava o petista Wellington Dias, em detrimento de sua candidatura à reeleição a Chefia do Executivo.
Percorrendo municípios dos quatro cantos do Piauí, Zé Filho, no comando do PPS, pretende filiar o maior número de prefeitos e de vereadores da história política dos últimos tempos, no pleito municipal deste ano.
Reunir forças para combater a atual conjuntura política é meta decidida de Zé Filho e de seus correligionários do PPS.( RB/MM)
                                        RAPIDINHAS DO RB
Na reviravolta política brasileira dos últimos dias tem gente mudando de partido como quem muda de camisa. Em Parnaíba não se fala em outra coisa. O partido do “Flôr” está despedaçado. O jeito é migrar para outro  que lhe assegure futuro de vida.
FALTA REMÉDIO
Em Teresina “pacientes estão há cerca de três meses aguardando medicamentos que são de uso contínuo e chegam a custar até R$ 600,00”. Mundão cão! Em Parnaíba, além dos remédios, faltam médicos e auxiliares de enfermagem nos postos de saúde da prefeitura.
BRINQUEDOTECA
Sob a promessa de que iriam construir uma outra mais ampla e arejada, até hoje (a completar 2 anos)  não existe a “Brinquedoteca Tia Neusa Brito” do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde – HEDA,em Parnaíba.As crianças hospitalizadas estão à mercê de pouca sorte de assistência.
CALDAS RODRIGUES
O engenheiro Francisco Pereira de Caldas Rodrigues, presidente do PRTB, Parnaíba, tem visitado bairros da cidade, en companhia de correligionários, filiando adeptos com vistas ao pleito municipal deste ano. Caldas Rodrigues, que já foi vice-prefeito da cidade, tem afinidade com o ex-governador Zé Filho, surgindo daí a possibilidade de coligação.
PÉSSIMO ESTADO
Estão em péssimo estado de conservação as paradas de coletivos em Parnaíba.As últimas construídas ainda na administração Paulo Eudes  Carneiro (2001/2004). De banco e encosto confortáveis possuíam iluminação e visual turístico da cidade.Hoje estão reduzidas a um amontoado de pedra a céu aberto. Retrocesso de uma cidade. Mas vai mudar (RB)

Deixe uma resposta