Faculdade lança projeto para coletar pilhas


No Brasil são vendidas mais de um bilhão de pilhas por mês, menos de 1% desse volume é reciclado e os outros 99% vão para o lixo. O problema é que a maioria dos municípios brasileiros não têm aterros sanitários e usam lixões a céu aberto, sem qualquer controle de impacto ambiental. Pensando nesse grave problema os alunos do curso de Sistemas de Informação da Faculdade Maurício de Nassau, unidade Parnaíba, vai lançar amanhã, 21 de abril, às 18h no Parnaíba Shopping, o projeto Repilhe que tem a finalidade de recolher esse material para reciclá-lo.
O projeto idealizado pelo professor Henrique Fontenele tem o objetivo de “conscientizar a sociedade local da importância do descarte correto dos resíduos tecnológicos, em locais propícios, evitando assim a contaminação do meio ambiente e promovendo a separação correta do lixo doméstico com outros tipos” enfatiza o professor.
Para ajudar esse projeto, os consumidores vão poder descartar a partir de sexta-feira (22), o lixo eletrônico nos pontos de coleta localizados nos blocos da Faculdade Maurício de Nassau,  Parnaíba Shopping, lojas SHOPINFOR e Supermercados Elizeu Martins.      
Maiores informações, dicas ou sugestões sobre o coletor de pilhas ou sobre o projeto REpilhe através do site: www.repilhe.eco.br, endereço eletrônico: [email protected] ou ainda através do facebook.com/repilhe.   

Deixe uma resposta