FRUSTRADA A TENTATIVA DE UNIR AS OPOSIÇÕES EM PARNAÍBA

Quando se pensava que o ex-senador Mão Santa e seu sobrinho, ex-governador Zé Filho, estariam juntos no mesmo palanque nas próximas eleições municipais, eis que Mão Santa dá o pinote e salta de banda. 
Declinou do convite feito por Zé Filho para se filiar ao PPS, que deveria ser presidido no município pela esposa, Dona Adalgisa. Preferiu o Partido Solidariedade (e ninguém sabe a razão). Deve ter sido porque o PPS de hoje era o velho PCB – Partido Comunista Brasileiro, partido de esquerda. E Mão Santa é de direita. Ou foi porque ele não abre mão de ser candidato a prefeito e não aceita dividir os holofotes da sucessão com seu sobrinho?
Aliás
Com tantas dificuldades e tanta gente botando banca bom faria o Zé Filho se lavasse as mãos, fosse cuidar do seu projeto político para 2018, quando pretende ser candidato a deputado federal. Juntar os amigos para eleger uma boa bancada de vereadores já estaria de bom tamanho. Com isso faria um grande bem à cidade, que precisa ver renovada a Câmara Municipal, que se livraria de velhos edis que cresceram o bucho e ficaram carecas lá, embora muito pouco tenham feito, se comparado ao tanto de dinheiro que receberam da população.(Bernardo Silva)

Deixe uma resposta