Mais de 60% dos prefeitos já atrasam os salários

             Arinaldo leal, presidente da APPM: crise e queda no FPM causam atrasos
Mais de 60% dos municípios piauienses estão atrasando o pagamento de salários dos servidores e de fornecedores por conta da queda nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Isso representa em torno de 130 dos 224 municípios piauienses. A informação é da própria APPM (Associação Piauiense de Municípios). No final de março, havia prefeituras devendo até dois meses de salários. Os prefeitos estavam esperando cair a primeira parcela do FPM de abril, no dia 1º, para ver se colocavam os pagamentos em dia.
Segundo a APPM, as quedas acumuladas este ano chegam a algo em torno de 20% em relação ao mesmo período do ano passado, o que representa pelo menos R$ 40 milhões a menos nas contas dos municípios menores, 0.6, que são os mais afetados. O presidente da APPM, Arinaldo Leal, diz que além da queda nos repasses do FPM, a crise é agravada pelos programas sociais do Governo Federal, cuja execução é passada para os municípios, mas sem a correspondente contrapartida financeira.(Diário do Povo)

Deixe uma resposta