“Vem Pra Rua” patrulha políticos do Piauí e faz pressão pelo impeachment


Por Adriana Oliveira 

Os políticos piauienses estão sofrendo pressão, tanto da população quanto de grupos que apóiam o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Além das redes sociais, a área externa da Assembleia Legislativa amanheceu com diversos cartazes divulgando nomes de parlamentares que são a favor da permanência do PT na presidência. E, também, dos ainda indecisos. 
“O Movimento Vem Pra Rua está fazendo uma ação a nível nacional chamado Muro da Vergonha, que expõe todos os parlamentares que estão indecisos e que estão contra o impeachment da presidente Dilma. E hoje fizemos aqui o nosso muro da vergonha e aproveitamos para fazer uma surpresa para o senador Ciro Nogueira e para o ministro Marcelo Castro, fazendo o pedido ao Ciro Nogueira para que apoie o impeachment e ao PMDB para que expulse Marcelo Castro”, afirma Adriana Sousa, presidente do Movimento Vem Pra Rua no Piauí.  


Ainda de acordo com Adriana Sousa, a surpresa foi colocar um boneco do Ciro Nogueira com uma bandeira do Brasil e com notas de dinheiro. A outra surpresa é referente ao ministro Marcelo Castro, onde o movimento pede sua expulsão do partido. 


O Movimento Vem Pra Rua simbolizou ainda com cruzes o óbito dos políticos indecisos e contra o impeachment. “Estamos simbolizando a morte política desses parlamentares que estão se posicionando indecisos ou são contra o impeachment”, esclarece. 



No No próximo domingo (10), haverá um no protesto a partir das 16h com uma carreata saindo da Ponte Estaiada. O movimento continuará com ações na tentativa de mudar o voto de pelo menos três parlamentares até o dia da votação, prevista para 17 de abril.

Deixe uma resposta