Vereador Gustavo Lima ameaça processar Banco do Brasil: Quase 4 horas na fila para ser atendido

O Vereador Gustavo Lima (PSB), presidente da Câmara Municipal, disse que vai entrar na Justiça com um processo contra o Banco do Brasil. 
Ontem ele usou o horário das explicações pessoas para externar sua indignação pelo fato de haver demorado quase 4 anos na fila do Banco do Brasil (Avenida Pinheiro Machado) para poder se atendido.
“Chegamos à agência por volta de 12 horas e 13 minutos e só fomos atendido Às 15 horas e 56 minutos”, disse o vereador, relatando ainda que presenciou o vereador “Ceará do Povo” também passando por constrangimento pela demora em ser atendido visto que conduzia um cidadão que deveria ter atendimento prioritário, mesmo assim passou mais de uma horar esperando atendimento.
De acordo com Gustavo Lima são poucos funcionários para atenderem a demanda, apesar do banco possuir 11 guichês. Geralmente só ficam dois servidores e, às vezes, apenas um funcionário no atendimento ao público.
“Vou ao Procon e vou acionar meus advogados para fazerem a denúncia junto à superintendência do Banco”, declarou o vereador.
Lei Municipal
De autoria do ex-vereador Batista Véras a Câmara Municipal aprovou uma lei que determina horário de demora em filas, mas, ao que parece, nem mesmo os vereadores sabem utilizar os benefícios da citada lei, que diz:
“Em se ratando de agências bancárias, o tempo razoável de atendimento será de até 30 minutos em dias normais e até 45 minutos nos dias de pagamento do pessoal, dia do vencimento de contas de concessionárias, de tributos, e em véspera ou após feriados prolongados”.
“O não cumprimento das disposições desta lei sujeitará o infrator às penalidades que serão estipuladas pelo Procon de Parnaíba”, diz a lei

Deixe uma resposta