Dos bastidores da imprensa

Por:Zózimo Tavares
Há mais de 15 anos, quando o jornalista Arimatéia Azevedo, hoje diretor do Portal AZ, escrevia sua coluna no Meio Norte, o Dr. Hélder Eugênio, dono do Portal 180graus, era diretor do jornal. Toda noite, depois que o jornalista entregava a coluna, o diretor passava nas oficinas e metia a tesoura nela.
De tanto de ler, no dia seguinte, a sua coluna mutilada pela tesoura da censura, o jornalista foi tomar satisfação com o diretor:
– Que história é essa de você ficar cortando a minha coluna, rapaz?
O Dr. Helder Eugênio não baixou a guarda:
– Olha, eu corto mesmo! Não é por mim. E digo mais: pelo dinheiro que o dono do jornal me paga para fazer meu serviço, eu não corto apenas a tua coluna, eu corto é tua barriga todinha de faca!
Pouco tempo depois, o jornalista montava o seu portal de notícias para escrever como quisesse.
Lembrei-me dessa história, que me foi contada pelo próprio Dr. Helder Eugênio, a propósito de notícia dada pelo jornalista Reinaldo Azevedo em seu blog na edição on-line da revista Veja. É sobre os altos salários dos jornalistas contratados pela TV Brasil, “que custa R$ 1 bilhão por ano. Num país quebrado.” 
E começa citando que “Aderbal Freire Filho, que acha que o impeachment é golpe, tem um programa sobre teatro chamado “A Arte do Artista”. Para dar pinta lá uma vez por semana, recebe R$ 68 mil mensais.” E mais:
“Outro que não passa apertado é Luis Nassif, com um programa também semanal chamado “Brasilianas.org”. Tem um contrato anual de R$ 761 mil – mais de R$ 63 mil por mês. Ou R$ 15.750 por programa!
(…) Paulo Moreira Leite, também com uma atração por semana chamada “Espaço Público”, tem um contrato anual de R$ 279 mil. Só entrevista esquerdistas e governistas – na maioria das vezes, petistas.
E Emir Sader, o grande intelectual de um país chamado “Emirados Sáderes”, para fazer alguns pequenos comentários – em que fala bem do PT e das esquerdas do Brasil e do mundo e mal de todos os seus adversários, recebe R$ 227 mil por ano. Tereza Cruvinel, que hoje só dá alguns pitacos políticos, mantém um contrato anual de 182 mil.” E conclui:
“Os salários pagos pela TV Brasil ajudam a explicar o petismo feroz de alguns jornalistas contratados”. 

Deixe uma resposta