Mais escândalo: Quem paga o fotógrafo de Lula (35 mil por mês) é a CBF

          Stuckert ganha mais do que um ministro e raramente trabalha
Sérgio Rangel
Folha
Contratado como fotógrafo oficial do ex-presidente Lula logo após Dilma Rousseff tomar posse em 2011, Ricardo Stuckert recebe atualmente R$ 35 mil mensais da entidade comandada por Marco Polo Del Nero. O salário é maior que o de um ministro —caso Lula tome posse na Casa Civil, receberá R$ 30,9 mil mensais. Apesar de a CBF, que fica no Rio, bancar a maior parte dos seus rendimentos, o fotógrafo trabalha quase exclusivamente para o Instituto Lula, localizado em São Paulo.

Nos últimos meses, ele viajou pelo país com o ex-presidente na campanha contra o impeachment.
Já na CBF, Stuckert apareceu em evento oficial da entidade neste ano apenas na semana passada durante uma série de palestras organizadas pela confederação. Na semana anterior, a Folha havia questionado o fotógrafo sobre a sua ausência nos eventos da CBF.
Stuckert também recebe salário pelo Instituto Lula, entidade sem fins lucrativos criada em 2011 com objetivo “de cooperação do Brasil com a África e a América Latina”.

Deixe uma resposta