A CRISE FINANCEIRA NO PIAUÍ

Rafael Fonteles

Alerta máximo 1
É como está o Governo do Piauí em relação a gastos públicos, que já estão no patamar de 47,22% contra o limite de 46,17% estipulados pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Por conta disso, o Estado está impedido de realizar novas contrações. Até mesmo o pagamento de horas-extras está comprometido.
Alerta máximo 2
O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, afirma que o governo vem fazendo grande esforço para trazer os gastos ao percentual exigido, para que não venha a ser obrigado, por exemplo, atrasar folha de pagamento.
Aí, num Estado onde quase tudo se torna dependente desse bendito dinheiro, a crise vai ser braba.(Portalaz)

Deixe uma resposta