Deputado Robert vê indício de lavagem de dinheiro nos pagamentos da CCOM

Por Petrus Evelyn
O deputado estadual Robert Rios (PDT) afirmou ao 180graus que irá comprovar que o dinheiro da Coordenadoria deComunicação Social do Piauí (CCOM) está sendo usado para lavagem de dinheiro através dos repasses aos portais de notícias, realizados mensalmente.
“Eu vou provar que ele está lavando através de portais que não tem acessonenhum, que não presta pra coisa nenhuma”, afirmou o deputado.
180graus têm realizado uma série de denúncias sobre os repasses sem critério feitos pela coordenadoria comandada por João Rodrigues, e os esclarecimentos dados pela CCOM ao deputado ainda não o convenceram.
“Existem portais que eu nunca ouvi falar recebendo 90, 100 mil reais por mês. E são vários da região de Picos – região do coordenador. Isso é muito estranho. O João Rodrigues emitiu uma notinha insignificante explicando os repasses, mas eu querosaber é das licitações”, disse Rios.

Em maio, o deputado afirmou que está movimentando os parlamentares da Assembleia Legislativa para solicitar a abertura de uma CPI sobre os gastos da CCOM, em que não além de não haver licitação e contratos claros sobre o repasse de dinheiro, há uma total omissão de João Rodrigues quando questionado sobre mais informações.
“Inclusive se ele não mandar as respostas exatas eu vou representá-lo ao Ministério Público e pedir a prisão dele. Há muito dinheiro envolvido, milhões e milhões e ele não mostra aqui, nem as licitações, nem os contratos. Como é que ele paga um portal sem licitação e sem contrato?”, disse o parlamentar em pronunciamento na Alepi.(180graus)

Deixe uma resposta