Moro manda chamar Hugo Napoleão para a defesa do ‘preso’ Gim Argello

O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato no Paraná, mandou chamar os 15 deputados e senadores elencados como testemunhas de defesa do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), acusado de cobrar propina para evitar a convocação de empreiteiros nas CPIs da Petrobrás em 2014.
Entre eles está o ex-deputado federal Hugo Napoleão, que também já foi ex-ministro da Educação, ex-governador do Piaui e ex-senador. Tentou se eleger em 2014 deputado pelo PSD-PI, mas não foi eleito
O magistrado mandou notificar os parlamentares, sete deputados e oito senadores, e sugerir a eles três opções de datas para serem ouvidos na ação penal que investiga exatamente as suspeitas de propinas para influenciar os trabalhos das CPIs da Petrobrás em 2014 no Congresso que foram concluídas sem ouvir um parlamentar sequer.(Jhone Sousa)

Deixe uma resposta