Projeto prevê multa para quem aplicar trote no Samu de Parnaíba

Segundo informa a assessoria da Câmara de Parnaíba, a vereadora Neta Castelo Branco, do DEM, foi autora do Projeto de Lei n° 4133/2016, que determina a aplicação de multas para os praticantes de trotes contra o Samu – Serviço de Atendimento Médico de Urgência em Parnaíba. O projeto prevê a aplicação de multa no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) por trote realizado, duplicando-se tal valor em caso de reincidência. O objetivo é coibir a prática que causa grandes prejuízos para a população. 
Passar trote é crime previsto no Código Penal
Infelizmente este é um antigo e conhecido problema dos órgãos de segurança pública e do Samu: os trotes. Antigamente as pessoas que tinham este tipo de atitude ficavam impunes porque dificilmente eram identificadas, porém hoje temos identificadores de chamada em todos os telefones das corporações. Fazemos aqui um apelo para que não passem trotes, especialmente para bombeiros, polícia, SAMU, etc, pois além de ser crime, isso pode tirar uma equipe do quartel sem necessidade e colocar vidas e patrimônios em risco no caso de uma ocorrência real no mesmo momento.
Aos pais: Orientem seus filhos a não passar trotes! A educação começa em casa, principalmente com exemplos. Pais de menores que comunicarem falsa ocorrência também podem responder criminalmente.
Crime: Passar trote é crime previsto no Art. 340 do Código Penal, com pena de detenção de um a seis meses ou multa. Portanto o que precisamos é fazer cumprir a lei. Bastava algumas prisões para que tivesse um efeito moralizador que o trote iria cair. (Jornal da Parnaíba)

Deixe uma resposta