MP realiza audiência para tratar sobre fechamento de 50 cursos da UESPI

Mais de 50 cursos da Universidade Estadual do Piauí não possui o mínimo de 5 professores efetivos, de acordo como um levantamento feio pelo Ministério Público do Estado. Para discutir o fechamento desses cursos, MPPI realizará, no próximo dia 12 de julho, audiência para tratar sobre a questão. O MP deseja saber o posicionamento da Instituição de Ensino Superior e da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (SeadPrev), sobre as providências que estão sendo tomadas quanto à deficiência de professores da universidade.
De acordo com o Promotor de Justiça Fernando Santos, uma investigação conduzida pelo Ministério Público Estadual concluiu que mais de 50 cursos da UESPI não possuem o mínimo de cinco professores efetivos, como estabelece o Conselho Estadual de Educação (CEE). Além desta situação, ainda foi constatada a contratação de professores temporários de modo irregular.
A audiência deve ser realizada na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), do Ministério Público do Estado do Piauí, às 9h.(Cidade Verde)

Deixe uma resposta