O melâncolico fim do PT de Parnaíba

O Partido dos Trabalhadores tem na pessoa do atual Prefeito, Florentino Neto, a sua principal liderança política no litoral do Piauí. Mas parece que o Prefeito não tem feito muitos esforços para manter o espaço conquistado nos últimos 13 anos. Ele não organizou e nem fortaleceu o PT com vistas às eleições municipais deste ano, lembrando que ele pleiteia a sua reeleição.
Segundo se noticia pela cidade, nenhum partido da base do governo do prefeito quer saber de se coligar com o PT, o que certamente vai enfraquecê-lo e tornar mais difícil a eleição de pelo menos um vereador (a) do partido. Outra triste constatação foi à falta de filiação de novas lideranças para o partido no munícipio.
O PT possui dois representantes no Legislativo de Parnaíba: Ceará do Povo e Fátima Carmino. Ceará do Povo (suplente de Antônio Cardozo) é carta fora do baralho e até mesmo a atuante Vereadora, Fátima Carmino, corre sérios riscos de não se reeleger no pleito de outubro de 2016, pois, praticamente sozinha no páreo, não conseguirá alcançar o quociente eleitoral, o que é uma pena para o munícipio.
O não engajamento do Prefeito Florentino Neto já foi criticado por alguns petistas, que chegam a afirmar que o Prefeito não tem identificação com o partido e que nunca foi petista. Eu vou mais longe. O Prefeito Florentino Neto nunca foi petista e muito menos político. Não tem carisma ? que é típico da maioria dos políticos da sigla ? e só entrou para a história política de Parnaíba por ter sido alçado ao cargo pelo ex-prefeito e hoje Deputado estadual, Zé Hamilton.
Em breve saberemos os que possuem garrafas pra vender e quem são os políticos, “Vela Apagada“, como diz o ex-senador Mão Santa.
Foto: Divulgação
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 14/07/2016

Deixe uma resposta