JORNALISTA FORMALIZA DENÚNCIA CONTRA FELICIANO NO SENADO

PATRÍCIA ACUSA O PARLAMENTAR DE ABUSO SEXUAL, MAS ELE NEGA
A jornalista Patrícia Lélis formalizou denúncia contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na Procuradoria Especial da Mulher, no Senado. Ela acusa o parlamentar de abuso sexual, mas ele nega. As denúncias serão encaminhadas para apuração no Ministério Público.
Outras duas representações pedem a investigação do deputado. Uma, enviada pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), na Procuradoria da República do Distrito Federal, e outra protocolada por um grupo de deputadas, na Procuradoria-Geral da República. Ainda não se sabe se o MP vai investigar o caso.
Entenda o caso
A jornalista de 22 anos afirma que o crime ocorreu em 15 de junho, no apartamento funcional do parlamentar. Segundo ela, Feliciano a atraiu para o local dizendo que haveria uma reunião. Mas, quando chegou, não havia ninguém. Lá, ele teria oferecido um alto cargo na Câmara em troca de favores sexuais. Diante da negativa, ele a teria agredido e tentado estuprá-la.
Após denunciar o caso a um professor, ela voltou atrás. Chegou a gravar vídeos desmentindo as acusações. Em São Paulo, teria sido obrigada pelo assessor de Feliciano, Talma Bauer, a gravar os vídeos. Ele chegou a ser detido.
No domingo (7), Patrícia registrou a ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, na Asa Sul. Além de abuso sexual, ela fez denúncias de lesão corporal e cárcere privado.(Diário do Poder)

Deixe uma resposta