GOLPE EM LUIZ CORREIA

Golpe 1
Passando-se por funcionário da Caixa, um vigarista aplicou um golpe, pelo telefone, numa professora de Luís Correia, no sentido de que ela receberia o FGTS inativo. Pura cascata, pois ele disse que ela só teria direito se fizesse depósito de R$ 1 mil par fazer jus ao saldo do FGTS. 
Incauta, ela fez o depósito para, só depois ser advertida de que se tratava de um velho golpe pelo telefone.
Golpe 2
Nem tudo, entretanto, ficou perdido. Ao ser comunicada, a Caixa Econômica bloqueou a conta do vigarista que, já se sabe, é baseado em Fortaleza. 
O estelionatário corre o risco de perder tudo que tinha na conta e, ainda, ser identificado e preso. (Portalaz)

Deixe uma resposta