Mão Santa anuncia em entrevista coletiva construção de Conjunto Residencial em regime de mutirão

O Prefeito de Parnaíba, Mão Santa, reuniu a imprensa em
seu gabinete, no final da tarde desta terça feira (23), para anunciar, durante
entrevista coletiva, a doação de 550 terrenos para a construção de residências
em regime de mutirão. São terrenos que haviam sido doados, em gestões anteriores, a terceiros e que não foram utilizados em tempo hábil. E, conforme determina a
lei, o prefeito determinou que fosse feita a reversão desses imóveis em favor
do município.
Para a construção de casas nesses terrenos a prefeitura
doará o material de construção, através da Secretaria do Desenvolvimento Social
e Cidadania (Sedesc), sob a coordenação da Secretária Adalgisa Moraes Sousa. O novo conjunto residencial será construído numa área
localizada por trás do IESVAP- Instituto de Educação Superior do
Vale do Parnaíba.
Além do prefeito e de representantes da imprensa, encontravam-se também presentes a Secretária Adalgisa Moraes Sousa (Sedesc), a Secretária de Infraestrutura, Maria das Graças,  o Secretário de Governo, Carlos Eduardo, o chefe de Gabinete Israel Correia e os vereadores Bernardo Lima, Daniel Jackson e João do Trânsito.
“Sabemos que em Parnaíba muita gente estava se
aproveitando para tomar terras do munícipio e invadindo até terrenos
particulares. Nós conseguimos pacificar essas invasões. Procuramos uma área e já
providenciamos toda a documentação. Contratamos também o engenheiro Evandro
Mourão e vamos dar as terras para que nossos irmãos que não têm onde morar
construam suas casas, sem contrair dívidas”. 
“Nossos aplausos ao programa “Minha
Casa Minha Vida”, mas não sabemos se ele vai pra frente, diante da situação de incertezas do país”, disse Mão
Santa, enfatizando: ”Sabemos que existem muitos picaretas que
às vezes se apossam dessas casas para negociarem depois. Mas no nosso caso o
contemplado terá 4 meses para construir, caso contrário perderá o benefício”,
disse Mão Santa, chamando a atenção para o fato de que a análise dos cadastros
será criteriosamente feita por assistentes sociais e pelo corpo técnico da
Sedesc, levando em conta o grau de carência e necessidade de cada família, a
fim de que os terrenos sejam dados a quem de fato não tenha onde morar. 
De acordo com o prefeito, os recursos para a execução desse projeto virão através dA abertura de crédito suplementar, cuja autorização será solicitada à Câmara Municipal, através de projeto a ser enviada àquela casa legislativa.
Serão contempladas famílias em situação de risco, que
estejam residindo próximo à encosta de rios, lagos, barreiros, pés de morros e
outras situações adversas ao bem-estar; famílias que residem em imóveis
invadidos ou alugados, pertencentes ao Programa “Minha Casa Minha Vida”, do governo
federal; famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, residindo em
ruas e praças; finalmente, famílias chefiadas por portadores de limitações físicas,
em situação vulnerável.
ENTREGA
DE REGISTROS DE POSSE

Na mesma ocasião o prefeito Mão Santa, junto com a
Secretária Adalgisa Moraes Sousa anunciaram à imprensa que, nesta quinta-feira,
às 4:30hrs, será feita a entrega, aos seus proprietários, de 95 registros de
posse de terrenos, localizados no Bairro Nossa Senhora do Carmo. O evento
ocorrerá no Calçadão Cultural, com a presença do prefeito Mão Santa e sua
equipe.

Deixe uma resposta