Se Lula não concorrer em 2018, PT admite que não terá candidato

Andréia Sadi

G1 Brasília

Integrantes da cúpula do PT, já temendo uma condenação em segunda instância do ex-presidente Lula, admitiram nesta quinta-feira (13) ao blog que o partido não tem outro candidato para 2018 e que o partido precisa discutir outros quadros para a eleição presidencial do ano que vem. Mas, para evitar dar discurso para a oposição neste momento e desmotivar a base do partido, a ordem dos dirigentes petistas é não falar publicamente em “plano B” para 2018.
Petistas ouvidos pela reportagem afirmam que, além da expectativa em relação à condenação em segunda instância no caso triplex, já aguardam uma condenação contra Lula nas investigações que tangem o caso do sítio em Atibaia.
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, confirmou que não há Plano B. Isso é o óbvio, aliás. Depois da prisão de José Dirceu, Lula aproveitou para transformar o PT num partido sem outras lideranças, totalmente subordinado a ele e dependente dele. Quando Mercadante tentou sobressair, Lula logo lhe cortou a corda, ele procurou abrigo junto a Dilma. Não há outro líder no partido, Dilma sempre foi apenas um poste, Fernando Haddad, idem o PT. O PT só existe por causa de Lula. Sem ele, não tem o menor futuro(C.N.)

Deixe uma resposta