Homem quer ser reconhecido como irmão de Collor

Homem recorre à Justiça para ser reconhecido como irmão de Collor. Restos mortais de Arnon de Mello, pai do senador, serão exumados.
Época – Coluna Expresso de Murilo Ramos
Por Marcelo Rocha
 Um juiz de Brasília determinou a exumação dos restos mortais de Arnon de Mello, pai do senador Fernando Collor (PTC-AL).
A decisão é fruto de um processo de investigação de paternidade movido por um homem. A família de Collor – dona de emissora de TV, rádios, jornal, instituto de pesquisa e imóveis – tenta barrar a medida ao argumentar que será um constrangimento. Arnon, que morreu em 1983, teve cinco filhos com Leda Collor de Mello.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *