Natal – Luz, festa e alegria

Por: Benedito Gomes(*)
Fim de ano se aproxima e o assunto mais falado é o Natal – aniversário
natalício de Jesus. Nasceu há dois mil e dezessete anos, acredita-se que seus
primeiros aniversários não foram festejados. Naquela época o Estado de Israel
estava sob o domínio do Império Romano. O Governador e Prefeito da Judeia não
davam trégua aos Judeus.
Centenas de anos antes do nascimento de Jesus, os romanos festejavam no
dia 25 de dezembro a festa de nascimento do deus “Mitra”, o deus da luz.
Somente a partir do século IV depois de Cristo, o Cristianismo virou a religião
oficial do império, e o nascimento de Jesus passou a ser festejado e comemorado
no dia 25 de dezembro.
Com a expansão do cristianismo mundo à fora, a Companhia de Jesus enviou
seus Padres Jesuítas para divulgação da fé, proclamação do evangelho e a
implantação do catolicismo. Com eles vieram também as datas comemorativas, como
o dia santo, semana santa e natal, sendo esta ultima a mais festejada.
O natal é comemorado em todo o mundo: em casas, igrejas, clubes, praças.
Cidades inteiras fazem a festa comemorativa do nascimento de Jesus. No Brasil
os preparativos começam em novembro, com cidades inteiras enfeitando seus
logradouros públicos, para alegria daqueles que por ali transitam.
A cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, é o ponto forte em festa
natalina. Tudo começou em 1986 quando o prefeito da cidade, com uma ideia
genial, lançou o natal luz, com duração de 60 dias, de novembro a janeiro. O
nome já diz tudo: “Natal Luz”! Milhões de lâmpadas de tamanhos diversos e cores
diferentes iluminam a cidade inteira, que vista do alto é uma verdadeira bola
de fogo. A chegada de Papai Noel em um desfile de carros alegóricos é de encher
os olhos de alegria, o rosto de sorrisos e a alma de felicidade. O show das
águas dançantes, com personagens natalinos no Lago Joaquina Rita Bier, te leva
a um mundo de sonhos distantes, em uma realidade presente. Gramado tem apenas
quarenta mil habitantes, e para este natal estão sendo esperados dois milhões
de turistas.  
Parnaíba – nossa cidade, este ano está acima da média das outras cidades
da região, quando se trata da festa natalina. A noite em Parnaíba hoje é uma
outra noite. A iluminação pública quase perfeita, as praças e avenidas, com
decoração e iluminação próprias da época, nos levam a momentos de reflexão e
alegria que só o natal nos traz. Parnaíba é uma cidade turística pela sua
própria beleza natural, artificial e localização geográfica. Assim como Gramado,
começou há trinta e um anos sua arrancada para o turismo e hoje recebe milhares
de visitantes do Brasil e do mundo que deixam lá milhões de reais.
Parnaíba pode sim, começar em 2017 sua caminhada para o turismo
natalino, conservando seus pontos históricos, divulgando o que temos de melhor
para serem vistos por aqueles que nos visitam. O atual prefeito da cidade é um
homem culto, competente e viajado. Conhece os principais pontos turísticos do
Brasil e de outros países. Sabe do valor do turista e do turismo.
Quem viaja amplia seu conhecimento com novos lugares e culturas
diferentes. Quem recebe tem a oportunidade de conhecer pessoas de lugares e
países diversos e o retorno financeiro é garantido, pois o turismo é a chamada
indústria sem chaminé, produz sem poluir. O que fazer então para melhorar o
turismo em nossa cidade e região?  É fazer grande investimento com
criatividade para o período de natal e ano novo. Com certeza o retorno virá,
com centenas de pessoas nos visitando. O desenvolvimento do setor hoteleiro, um
impulso no setor financeiro, alegria para os milhares que aqui vierem e
satisfação nossa em poder recebê-los, afinal, isso sabemos fazer muito bem.
(*) Benedito Gomes
Contador – UFPI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *